"EM FAMÍLIA"
   

Corre-corre de “Em Família” engole 3 capítulos e compromete história

Divulgação

Atores não conquistaram empatia do público

A passagem de tempo que vai colocar o elenco de "Em Família" nos dias atuais acontece nesta segunda-feira (10), e a nova fase começa prejudicada pelo corre-corre que acabou engolindo três capítulos inteiros da história de Manoel Carlos.

Para tentar melhorar a audiência, as cenas foram editadas e o que sobrou do romance principal dá a impressão de que o amor entre Laerte (Guilherme Leicam) e Helena (Bruna Marquezine) sempre foi desproporcional, pior, da parte dela nunca sequer existiu. O que vimos é um Laerte doente de ciúme, quase psicopata, que não mede esforços para manter o romance com uma Helena provocativa, desrespeitosa e sem qualquer afeto pelo noivo.

Certamente não era para ser assim. Cadê as cenas bonitas e emocionantes do casal? As cenas que nos fariam sofrer com Helena o fracasso de um amor prejudicado pela intensidade de sentimentos de Laerte? O que fica é repúdio pelas atitudes dele e olhares tortos para as atitudes dela.

Se a ideia era fazer Laerte voltar, agora interpretado por Gabriel Braga Nunes, e reacender a (aparentemente nunca acesa) chama no coração de Helena, vivida nesta fase por Júlia Lemmertez, não vai funcionar. Faltou emoção para conquistar a empatia do público.

Print Friendly

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!