Cuiabá, 21 de abril de 2019

Isso é Notícia

MENU

CARGO COMISSIONADO

Advogado de Selma é consultor da mesa diretora da Assembleia Legislativa com salário de R$ 13 mil

Erro na Linha: #10 :: Undefined variable: charge_title
/home/issoenoticia/public_html/themes/issoenoticia/inc/sharebox.php

Fábio Lessa: escritório de advocacia e cargo comissionado na AL-MT de R$ 13 mil mensais

DA REDAÇÃO DA REDAÇÃO

www.issoenoticia.com.br

O advogado Fábio Helene Lessa, que compõe a banca de advogados da senadora Selma Arruda (PSL) em seu processo de cassação por crime eleitoral que corre no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), é funcionário comissionado da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, desde 2017, com salário mensal superior a R$ 13 mil.

Fábio também é sócio de um escritório de advocacia que mantém com seu pai, o desembargador aposentado Paulo Lessa, ex-presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), na região do bairro Goiabeiras, zona nobre de Cuiabá.

O advogado foi nomeado na Assembleia no dia 3 de maio de 2017, pelo Ato Nº 147/2017, assinado pelo presidente da Assembleia, deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) e pelo então 1º secretário, ex-deputado estadual Guilherme Maluf, atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT). 

Ele foi contratado pela Assembleia como consultor técnico jurídico da Mesa Diretora. 

Selma corre o risco de ser cassada, depois que o Ministério Público Eleitoral (MPE) detectou que ela movimentou recursos não-declarados no período pré-eleitoral.

As denúncias vieram à tona depois que o ex-marketeiro da ex-juíza moveu uma ação de cobrança, na Justiça, onde apresentou cheques dela e da suplente, recursos que não foram declarados e se caracterizam como caixa 2.

Leia matérias relacionadas:

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para

Enviando Comentário Fechar :/