Cuiabá, 22 de outubro de 2019

Isso é Notícia

MENU

SEGURANÇA

Deputado pede rondas ostensivas para Várzea Grande

Erro na Linha: #12 :: Undefined variable: charge_title
/home/issoenoticia/public_html/themes/issoenoticia/inc/sharebox.php
ALEXANDRE APRÁ ALEXANDRE APRÁ

Jornalista, diretor do Isso É Notícia














Fablicio Rodrigues/ALMT



Deputado Antônio Azambuja-PP



O município de Várzea Grande possui uma população de quase 256 mil habitantes. O município conta com mais de 200 bairros, sendo 30 catalogados pela Polícia Militar como os mais violentos em registros de homicídio, roubos, furtos e tráfico de drogas.

Aos longos dos anos, em consequência do crescimento populacional, e por agregar o progresso de Cuiabá (cidade vizinha), atualmente registra altos índices de criminalidade. A fim de contribuir no combate a violência na cidade Industrial, o vice-presidente da Assembleia Legislativa e membro da Comissão de Segurança Pública da AL, deputado estadual Antonio Azambuja (PP), encaminhou ao governador Silval Barbosa (PMDB), e ao secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, uma indicação apontando a necessidade de efetivar rondas ostensivas pela Polícia Militar nos bairros Paiaguás e Nova Fronteira, em Várzea Grande.

“Infelizmente este é um problema crônico que tem afetado diretamente no cotidiano da população. É necessário que seja posto o efetivo para fazer ronda ostensiva e preventiva”, argumentou. O deputado disse que após uma visita in loco aos bairros citados, constatou que os moradores padecem pela falta de segurança pública, sofrem quase que diariamente com assaltos a mão armada, furtos, violência sexual, dentre outros crimes.

“Essa situação vem deixando a comunidade a mercê e reféns da criminalidade”, reforçou. Para o vice-presidente a sensação de insegurança é latente e visível nos moradores dos bairros da cidade. Antonio Azambuja declarou que é preciso que o estado e o município reforcem as ações integradas da segurança pública e das estratégias de prevenção e repressão qualificada dos crimes como alternativa para a redução dos índices na cidade Industrial. Como membro da Comissão de Segurança Pública, Antonio Azambuja, faz questão de chamar a atenção do governo do estado e da secretária de Segurança Pública para que tome as providências necessárias para garantir a segurança da população. “Do jeito que está não tem condições de permanecer”, finalizou Azambuja.

Leia matérias relacionadas:

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para

Enviando Comentário Fechar :/