Cuiabá, 16 de novembro de 2019

Isso é Notícia

MENU

Grupo de amigos cria projeto para dar futuro a jovens carentes

Erro na Linha: #12 :: Undefined variable: charge_title
/home/issoenoticia/public_html/themes/issoenoticia/inc/sharebox.php
CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ

http://www.camaracba.mt.gov.br/

A Tribuna Livre da Sessão Ordinária realizada nesta quinta-feira (31), foi ocupada pelo Projeto Mão Amiga, atendendo convite do vereador Diego Guimarães (PP). O advogado e membro da diretoria do projeto, André Luís Araújo da Costa, falou sobre o propósito da iniciativa, que nasceu durante uma ‘despretensiosa’ reunião de 8 amigos numa festa de fim de ano e hoje já conta com a participação de mais de 60 pessoas.

A proposta do grupo é fazer apadrinhamento de 30 jovens que moram em abrigos e se destacam na vida escolar – 15 de escola pública e 15 da rede privada. A intenção é oferecer a eles um complemento na formação profissional para que tenham chances reais de adentrarem o mercado de trabalho. “Muitos desses jovens, quando chegam à maioridade e já não podem permanecer no abrigo, simplesmente não têm para onde ir e nem sabem o que fazer da vida”, destacou André Luís.

Outra palestrante, componente do grupo, Ana Katiuscia Lins de Almeida, explicou que o objetivo é, além de proporcionar a capacitação desses jovens, fazer com que sejam espelho para outros que ainda não despertaram para a necessidade de se preparar para o futuro. “É fácil dar o peixe”, mas ela acredita que mais importante é ensinar a pescar. No projeto está incluída a realização teste vocacional, antes da matrícula em curso ou treinamento.

O projeto já está em busca de parcerias com empresas para encaminhar os jovens ao primeiro emprego. “Tem muita gente boa que só precisa de uma oportunidade”, destacou Ana Lins. Com esta ação o grupo “tenta mudar a sociedade”, complementou André Luís.

Para que os vereadores tenham uma visão mais ampla do problema que o Mão Amiga pretende solucionar, sugerira que visitem o bairro Liberdade, onde, segundo afirmou Ana Lins, “a população sobrevive da caridade de um centro espírita que funciona no local”. “As ruas não têm asfalto, as pessoas são bastante carentes”, salientou.

O vereador Diego, nas suas considerações de agradecimento pela participação dos palestrantes e apontou para a necessidade de “olharmos o próximo” e que iniciativas como essa prestam um grande serviço à sociedade até por que “o Poder Público não consegue resolver tudo”.

O presidente, vereador Misael Galvão (PSB), disse que o projeto tem o “apoio e a solidariedade da Casa”.

Etevaldo de Almeida - Câmara Municipal de Cuiabá

Leia matérias relacionadas:

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para

Enviando Comentário Fechar :/