Cuiabá, 21 de julho de 2019

Isso é Notícia

MENU

CASA DOS UÓÓÓRRORES

'Padre youtuber' articula e Câmara vai derrubar decreto que prevê nome social LGBT em Cuiabá

Erro na Linha: #10 :: Undefined variable: charge_title
/home/issoenoticia/public_html/themes/issoenoticia/inc/sharebox.php
Reprodução

ALEXANDRE APRÁ ALEXANDRE APRÁ

Jornalista, diretor do blog Isso É Notícia

Sob articulação do padre Paulo Ricardo de Azevedo, conhecido por vídeos conservadores na internet, a Câmara Municipal de Cuiabá vai aprovar, na semana que vem, um projeto que vai revogar o decreto do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) que institui o nome social para LGBTs em todos os órgãos da administração municipal.

Vereadores da situação e oposição se uniram para derrubar a norma. Nenhum parlamentar se colocou contra a derrubada.

A derrubada foi proposta depois de um discurso inflamado do religioso contra a chamada "ideologia de gênero", na sessão desta quinta-feira (4).

Paulo Ricardo já posou com uma espingarda ao lado do também youtuber Olavo de Carvalho, foi retwitado pelo presidente Jair Bolsonaro e já foi desmentido pela Embaixada da Suécia por espalhar fakenews sobre o sistema de educação sueco.

Arquivo

Padre que faz a cabeça de vereadores se diz defensor da família

Padre que faz a cabeça de vereadores se diz defensor da família

Eles alegam que o prefeito usurpou competência da Câmara Municipal que já negou a chamada "ideologia de gênero" no Plano Municipal de Educação.

A derrubada do decreto só não aconteceu "a toque de caixa" durante a sessão desta quinta porque o presidente da Casa, vereador Misael Galvão, disse que uma votação de urgência seria ilegal.

Mesmo assim, vários vereadores insistiram para que a derrubada acontecesse logo após o discurso do padre.

Se manifestaram de forma mais contundente pela derrubada os vereadores Wilson Kero-Kero (PSL), Marcrean Santos (PRB), Lilo Pinheiro (PDT) e Sargento Joelson (PSC).

O presidente do Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual, Valdomiro Arruda, disse que ficou "horrizado" com a manobra da Câmara de Vereadores.

Leia matérias relacionadas:

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para

Enviando Comentário Fechar :/