Cuiabá, 26 de junho de 2019

Isso é Notícia

MENU

RODOVIÁRIA DE CUIABÁ

Passarela de R$ 2,5 milhões será construída por empresa investigada na Ararath

Erro na Linha: #10 :: Undefined variable: charge_title
/home/issoenoticia/public_html/themes/issoenoticia/inc/sharebox.php
Sicom-Cuiabá

Prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e governador Mauro Mendes (DEM)

ALEXANDRE APRÁ ALEXANDRE APRÁ

Jornalista, diretor do blog Isso É Notícia

O secretário municipal de Mobilidade Urbana, Antenor de Figueiredo Neto, adjudicou e homologou a empresa Lotufo Engenharia e Construções, por meio de tomada de preços no valor de R$ 2.517.823,12, para a construção de uma passarela metálica em frente à Rodoviária de Cuiabá.

Tomada de preços é uma modalidade de licitação onde a escolha do fornecedor mediante a oferta de preços baseia-se em um cadastro prévio de interessados, onde são analisadas a situação e a conformidade da empresa.

A empresa oficialmente pertence a Luiz Lotufo Júnior, mas, funciona no mesmo endereço da São Tadeu Energética, que pertence ao secretário de Estado da Casa Civil de Mato Grosso, Mauro Carvalho.

As duas empresas foram alvos de busca e apreensão durante a Operação Ararath. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, pagamentos milionários foram feitos pelo ex-governador Blairo Maggi às empresas, conforme o delator Junior Mendonça declarou à Justiça.

Segundo o MPF, as empresas de Mendonça funcionavam como banco clandestino para os desvios apurados.

A Lotufo doou oficialmente R$ R$ 250 mil a Blairo na campanha eleitoral de 2010. 

Lotufo funciona no mesmo endereço da São Tadeu Energética, que pertence a Mauro Carvalho

Lotufo funciona no mesmo endereço da São Tadeu Energética, que pertence a Mauro Carvalho

Outros contratos de R$ 87 milhões

Esse não é o primeiro contrato abocanhado pela empresa na gestão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

A Lotufo também será a responsável pela reforma da Feira do Porto, no valor de R$ 8.914.771,38. Neste caso, a contratação pela Prefeitura de Cuiabá aconteceu em dezembro do ano passado. 

A empresa também é uma das que compõem o Consórcio que constrói o novo Pronto-socorro de Cuiabá, orçado em R$ 79 milhões. Neste caso, o contrato é de 2015, quando Mauro Mendes era prefeito.

 

Prefeitura garante legalidade

A Prefeitura de Cuiabá enviou nota ao blog onde garante a legalidade da contratação da empresa. Confira a íntegra da nota:

A respeito da contratação da empresa Lotufo Engenharia e Construções para a construção de uma passarela metálica em frente à Rodoviária de Cuiabá, a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informa que:
- Em concorrência pública o empreendimento comprovou capacidade técnica e econômica para realizar o serviço.
- A empresa preenche os requisitos exigidos na licitação, apresentou toda a documentação necessária e ofereceu o menor preço entre as concorrentes.
- A administração não pode escolher ou direcionar a contratação das empresas.
- Para que possam participar do trâmite, as empresas interessadas não podem estar registradas no Cadastro das Empresas Inidôneas e Suspensas (Ceis), critério atendido pela Lotufo.

Leia matérias relacionadas:

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para

Enviando Comentário Fechar :/