Cuiabá, 19 de outubro de 2019

Isso é Notícia

MENU

TETO DE VIDRO

Réu por improbidade, Mauro diz que não apoiará corruptos

Erro na Linha: #12 :: Undefined variable: charge_title
/home/issoenoticia/public_html/themes/issoenoticia/inc/sharebox.php
Ednilson Aguiar/O Livre

Mauro insinua que Emanuel é corrupto, mas responde a 2 ações de improbidade administrativa

DA REDAÇÃO DA REDAÇÃO

www.issoenoticia.com.br

O governador Mauro Mendes (DEM) decidiu alfinetar o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) e disse que não vai apoiar malas sem alça e envolvidos em corrupção nas eleições municipais do ano que vem.

A indireta é um recado ao senador Jayme Campos (DEM), ex-cacique destronado da sigla, que elogiou, na semana passada, a gestão do prefeito do MDB.

Curiosamente, Mauro está atolado até o pesco em casos de corrupção. Ele responde a duas ações de improbidade administrativa que o acusam de fraudar dois leilões judiciais realizados pelo TRT-MT.

Em uma das ações, o MPF acusa o governador de participar de uma fraude de até R$ 700 milhões aos cofres da União no leilão de uma mineardora. Em outra, ele é acusado de ter atuado como arremate de laranja de uma ex-juíza no leilão de uma cobertura de luxo localizada na Praça Popular, em Cuiabá.

Dois juízes trabalhistas já foram aposentados compulsoriamente por conta das mesmas acusações.

Até agora, Mauro conta com a letargia da Justiça Federal de Cuiabá que, embora  anos após a proposição das ações, ainda não o julgou.

Além disso, o ex-governador Silval Barbosa revelou, em sua delação premiada, que era sócio oculto de Mauro em negócios de mineração.

Leia matérias relacionadas:

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para

Enviando Comentário Fechar :/