Cuiabá, 18 de setembro de 2019

Isso é Notícia

MENU

GESTÃO DE PESSOAS

TCE e CGE fazem auditoria na folha de pagamento do Governo de MT

Erro na Linha: #12 :: Undefined variable: charge_title
/home/issoenoticia/public_html/themes/issoenoticia/inc/sharebox.php
Thiago Bergamasco/TCE-MT
TCE-MT TCE-MT

www.tce.mt.gov.br

Com o objetivo de elaborar um diagnóstico da situação da gestão de pessoas do Poder Executivo Estadual, o Tribunal de Contas de Mato Grosso assinou termo de cooperação com a Controladoria Geral do Estado (CGE) para a realização de auditoria. Na última sexta-feira (30/08), as equipes de auditores estiveram reunidas, sob a coordenação do secretário-geral de Controle Externo do TCE, Volmar Bucco, para planejar as ações e definir aspectos operacionais.

"Buscamos identificar, de modo estratégico, se naqueles serviços que população mais precisa estão lotados servidores em número suficiente para atender às demandas. Também, estamos mapeando as maiores fragilidades na área de gestão de pessoas, para apontar soluções que tenham impacto na melhoria da aplicação dos recursos, considerando os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal", explicou Bucco.

Já o secretário-adjunto de Controle Preventivo e Auditoria da CGE, José Alves, disse que a observância e o respeito aos limites da LRF serão pontos a serem observados na auditoria, e que se pretende compreender a estrutura que Executivo Estadual conta na área de pessoal. "Vamos perceber se a atual estrutura atende de fato ao que é necessário e sinalizar as soluções", afirmou Alves, que enalteceu a cooperação entre as instituições de controle.

Esse trabalho na área de gestão de pessoas do Poder Executivo estava prevista no Plano Anual de Auditoria do TCE de 2019, em ação de fiscalização sob a responsabilidade da Secretaria de Controle Externo de Atos de Pessoal. "A CGE tem a expertise e o conhecimento específico. Estamos contando com dois auditores desse órgão aqui no TCE, com espaço e estrutura para desenvolver as atividades", disse Bucco.

De acordo com o secretário da Secex de Atos de Pessoal, Osiel Mendes "a atuação das equipes do TCE e da CGE em um mesmo espaço físico permite maior dinamismo", especialmente considerando a realização de um "trabalho focado em apontar soluções". O auditor Jesse Maziero Pinheiro, da equipe do TCE, explicou que o grupo de trabalho já definiu objeto para implementar e operacionalizar o termo de cooperação.

Leia matérias relacionadas:

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para

Enviando Comentário Fechar :/