Cuiabá, 23 de agosto de 2019

Isso é Notícia

MENU

APÓS PRISÃO

Temer usou avião que já foi de garimpeiro de MT

Erro na Linha: #10 :: Undefined variable: charge_title
/home/issoenoticia/public_html/themes/issoenoticia/inc/sharebox.php
Ilustrativo

MIDIA NEWS MIDIA NEWS

www.midianews.com.br

A revista Cruzoé publicou, no início da noite desta segunda (25), que o ex-presidente Michel Temer (PMDB) usou um jato pertencente à empresa de Valdinei Mauro de Souza, dono de garimpos em Mato Grosso, para retornar a São Paulo.

Temer ficou três noites preso no Rio de Janeiro, acusado de participar de um esquema de corrupção. 

Segundo a publicação, a aeronave, um King Air prefixo PT-WAC, decolou do aeroporto Santos Dumont pouco depois das 20 horas.

A assessoria de Temer disse que seus advogados é que providenciaram o transporte dele para São Paulo.

Valdinei o govenador Mauro Mendes (DEM) foram sócios na empresa Maney Mineração Casa de Pedra Ltda.

OUTRO LADO

Por meio de nota, o empresário afirmou que a aeronave não lhe pertence mais. Ela foi vendida há cerca de 4 meses. Valdinei ainda colocou que não foi citado na delação de Silval Barbosa.

Íntegra da nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Diante das notícias veiculadas na imprensa dando conta de que o ex-presidente da República, Michel Temer foi para São Paulo em um avião do empresário do ramo de mineração, Valdinei Mauro de Souza, após deixar a prisão no Rio de Janeiro, este vem a público esclarecer que: 

1) Já foi proprietário da aeronave citada na reportagem e esta foi vendida, no mês de janeiro passado, para o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, do mesmo partido de Temer, MDB. 

2) O pedido de transferência inclusive já foi interposto junto a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), conforme documento em anexo. Sem assim, não possui mais nenhum tipo de vínculo com a aeronave e está sendo vítima de informações levianas. 

3) Quanto ao fato de nas reportagens frisarem que foi delatado no acordo de colaboração feito pelo ex-governador Silval Barbosa (MDB), o empresário esclarece que houve a citação de seu nome, por já ter sido sócio do empresário Mauro Mendes e não por ter participado de qualquer trama criminosa que tenha sido deflagrada pelo grupo de Silval.

4) Esclarece ainda que não é alvo de nenhuma investigação por envolvimento em negócios espúrios com Silval e acredita nos órgãos de investigação e no Poder Judiciário, bem como na verdade que sempre vem à tona.

5) No mais, lamenta o uso de seu nome de forma inverídica ou sem a busca pela verdade dos fatos, já que informações desse cunho não servem para informar, mas para denegrir a imagem de um empresário que há cerca de 30 anos atua no ramo de mineração e gera emprego e renda a muitas famílias não só em Mato Grosso, mas em todo o Brasil. 

Valdinei Mauro de Souza

Empresário

Leia matérias relacionadas:

PM que conseguiu HC trabalha no TJMT
OPERAÇÃO MERCENÁRIOS

PM que conseguiu HC trabalha no TJMT

Tenente-coronel Marcos Paccola é apontado como membro do núcleo que dava cobertura a outros PMs envolvidos em execuções

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para

Enviando Comentário Fechar :/