Quinta, 25 de Fevereiro de 2021 12:02
65 99222-1842
JURÍDICAS CONTRATO FIRMADO

Desembargadores de MT gastam R$ 7 milhões em ampliação de seus gabinetes

A reforma em cada gabinete acabará custando quase R$ 250 mil

15/02/2021 08h08 Atualizada há 1 semana
Por: Redação
Desembargadores do TJMT: ampliação e reforma em gabinetes
Desembargadores do TJMT: ampliação e reforma em gabinetes

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso firmou um contrato, no final do ano passado, e vai gastar R$ 7.012.668,72 para reformar a "Ala Atahide Monteiro" que abriga gabinetes dos 29 desembargadores, em Cuiabá. A reforma em cada gabinete acabará custando quase R$ 250 mil.

O contrato foi firmado no dia 10 de dezembro de 2020 pelo ex-presidente do TJ, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha.

A empresa contratada foi a Castell Engenharia Ltda, com sede em Manaus, no Amazonas, a partir da Concorrência Pública Nº01/2020.

Segundo o contrato, o prazo de execução da obra é de 300 dias e os recursos utilizados são do Fundo de Apoio ao Judiciário de Mato Grosso (Funajuris-MT).

Pagamentos indevidos

No mês passado, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) anunciou que está investigando o pagamento de vantagens indevidas a magistrados de Mato Grosso.

A investigação foi anunciada após reportagem do jornal O Estado de S. Paulo que revelou que alguns magistrados mato-grossenses chegaram a ganhar R$ 274 mil em seus contracheques em dezembro passado.

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do contrato da reforma

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias