Sábado, 10 de Abril de 2021 15:46
65 99222-1842
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Frente Parlamentar critica falta de vacinas e politização da pandemia

Deputados apontam falta de uma coordenação nacional para enfrentar o novo coronavírus

03/03/2021 15h50
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
A  Frente Parlamentar cobrou mais vacinas e a liberação mais rápida dos imunizantes por parte da Anvisa - (Foto: Raphael Alves/Amazônia Real)
A  Frente Parlamentar cobrou mais vacinas e a liberação mais rápida dos imunizantes por parte da Anvisa - (Foto: Raphael Alves/Amazônia Real)

Os integrantes da Frente Parlamentar da Saúde querem estabelecer um cronograma de reuniões para cobrar providências a respeito do enfrentamento da pandemia do coronavírus. Em reunião virtual nesta quarta-feira (3), os deputados esboçaram uma lista de convidados, que incluiria o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, além de representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e de laboratórios, assim como embaixadores de países onde as vacinas estão sendo produzidas.

O coordenador da Frente Parlamentar, deputado José Rocha (PL-BA), reclamou da falta de doses e do não atendimento da demanda necessária. Ele também classificou como demorado o trabalho da Anvisa para liberar os processos relativos à imunização.

José Rocha salientou o trabalho do Congresso para votar propostas importantes para atender às demandas da pandemia e também desaprovou as brigas políticas a respeito do combate ao coronavírus.

“Nós temos ações municipais, nós temos ações a nível dos estados, a nível federal. Então, na medida em que se politiza isso, sempre vamos procurar culpados. E nós estamos aí no momento de apresentar soluções”, disse.

Falta de coordenação
Outros parlamentares cobraram maior entendimento entre União, estados e municípios e criticaram a falta de uma coordenação nacional para o enfrentamento da pandemia. Também condenaram a politização do tema e sugeriram a criação, por parte do Ministério da Saúde, de um fórum de secretários estaduais para uniformizar condutas.

Os integrantes da frente parlamentar também expressaram algumas preocupações, como, por exemplo, sobre se os critérios estabelecidos para a vacinação estão sendo cumpridos. Também citaram a falta de conscientização da população a respeito das regras sanitárias e a superlotação do transporte público em várias cidades. A deputada Geovania de Sá (PSDB-SC), por exemplo, destacou alguns pontos que deveriam ser questionados junto ao ministro Pazuello.

“Qual é o empenho, quais os indicadores, vacinas que estão sendo compradas, porque realmente a situação está, neste momento, não é preocupante, é um momento lamentável que o nosso país está vivendo, em consequência de aglomerações, tudo o que nós vimos no Carnaval, a liberação e tudo mais, está aí o que nós estamos enfrentando”, disse.

Outra sugestão foi solicitar à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e ao Instituto Butantan detalhes sobre a produção da vacina de Oxford e da Coronavac, além de ter o cronograma de entrega das doses para a imunização em todo o país.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.