Segunda, 12 de Abril de 2021 17:28
65 99222-1842
INTERNACIONAL ATITUDE VIOLENTA

Mãe processa policiais nos EUA após filho de 5 anos ser algemado

De acordo com as imagens divulgadas, os policiais teriam incentivado a mulher a bater na criança

29/03/2021 16h13
Por: Redação 3 Fonte: METRÓPOLES
Mãe processa policiais nos EUA após filho de 5 anos ser algemado

Após ter o filho algemado por policiais ao sair sozinho da escola, a mãe de uma criança de 5 anos está processando o Departamento de Polícia do Condado de Montgomery, em Maryland, nos Estados Unidos.

O caso ocorreu no começo do ano passado, mas as imagens das câmeras fixadas nas fardas dos policiais só foram divulgadas na última sexta-feira (26/3). A gravação mostra o momento em que os policiais encontram o menino algumas ruas de distância da escola e dizem: “é por isso que as pessoas precisam bater em seus filhos”.

No vídeo de cerca de 50 minutos, a criança chora bastante ao entrar na sala do diretor assistente. Nas imagens, outro agente grita no rosto do menino: “cale a boca agora. Espero que sua mãe me deixe bater em você”.

Assim que a mãe chega à escola, os dois policiais incentivam a mulher a bater no filho, mas ela reluta, afirmando que ficaria preocupada em ser mandada para a prisão.

Em seguida, um dos policiais algema o menino na frente da mãe e diz à criança: “você sabe para que servem? São para pessoas que não sabem ouvir e não sabem agir”. O agente retirou o objeto após cerca de um minuto.

Depois desse episódio, a mãe da criança resolver processar os dois policiais, o condado de Montgomery e o conselho de educação. A defesa afirma que o caso gerou trauma emocional no menino.

O membro do conselho do condado Will Jawando, que pediu a divulgação do vídeo, segundo, em entrevista para o The Washington Post, o garoto foi ridicularizado e a forma que os policiais trataram a criança foi com violência.

Já a autoridade escolar de Montgomery disse, em comunicado para a BBC, que “não há desculpa para os adultos falarem ou ameaçarem uma criança dessa forma”. O departamento de Polícia do Condado informou em nota que “os dois policiais haviam sido alvo de uma investigação interna”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.