Sábado, 10 de Abril de 2021 14:29
65 99222-1842
POLÍCIA "ROUBO BEM-SUCEDIDO"

Quadrilha explode caixas eletrônicos e leva terror a Jacuí, no Sul de Minas

Eles circularam pela cidade com metralhadoras dando tiros para o alto e trocaram disparos com militares

08/04/2021 09h50
Por: Redação 2 Fonte: O TEMPO
Quadrilha explode caixas eletrônicos e leva terror a Jacuí, no Sul de Minas

Oito suspeitos de explodirem caixas eletrônicos levaram terror a cidade de Jacuí, no Sul de Minas Gerais, na madrugada desta quinta-feira (8). Eles circularam pela cidade com metralhadoras dando tiros para o alto e trocaram disparos com militares. 

De acordo com a Polícia Militar, os criminosos chegaram a cidade em dois carros, um veículo foi para frente de uma agência do Banco do Brasil e o outro ficou próximo ao quartel da policia.  Eles usaram dinamite para explodir os caixas e, logo após o crime, saíram atirando pela cidade na tentativa de intimidar os policiais. 

A quadrilha fugiu. Na saída da cidade, militares chegaram a trocar tiros com os suspeitos, que fugiram.Ninguém foi preso. 

A Polícia Civil vai investigar o caso. Há suspeita que a quadrilha possa ser a mesma que também explodiu caixas eletrônicos em três agências bancárias de Mococa, no interior de São Paulo, nesta quarta-feira (7) e levou muito terror para os moradores, também dando tiros para o alto e em lojas. As duas cidades atacadas são próximas. Jacuí tem cerca de 8.000 habitantes. 

O que diz o Banco do Brasil

Por nota, o Banco do Brasil, responsável pela agência informou que ela não será aberta nesta quinta "após ataque do tipo Novo Cangaço por parte de grupo criminoso na última madrugada. Há registro de arrombamento e quebra de vidros e portas, além de outros danos ao patrimônio da unidade.  Equipes de engenharia e manutenção foram deslocadas para a cidade para avaliar danos à estrutura e limpeza da agência. O Banco do Brasil atua para normalização do atendimento no menor prazo possível, mas não dispõe ainda de informações para decidir prazo para a reabertura da unidade", informou por nota. 

Ainda de acordo com o texto, o banco "colabora com as investigações policiais no âmbito da sua atuação para solucionar o caso. O BB não informa valores subtraídos durante ataque às suas dependências. Mais informações devem ser buscadas junto às autoridades policiais. Clientes e usuários do BB Jacuí podem buscar atendimento alternativo nas agências mais próximas do BB nos municípios de São Sebastião do Paraíso e Bom Jesus da Penha", conclui a nota. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.