Sábado, 10 de Abril de 2021 15:57
65 99222-1842
BRASIL PANDEMIA NO BRASIL

Moraes vota contra celebrações religiosas presenciais: ‘O que está em jogo é a vida’

Ele seguiu o relator Gilmar Mendes e se contrapôs a Kassio Nunes, que defendeu a abertura de templos e igrejas

08/04/2021 16h10 Atualizada há 2 dias
Por: Redação 3 Fonte: CARTA CAPITAL
Moraes vota contra celebrações religiosas presenciais: ‘O que está em jogo é a vida’

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, votou nesta quinta-feira 8 pela proibição de celebrações religiosas no pior momento da crise provocada pela Covid-19 no Brasil.

“Não há nesses decretos [de governos estaduais] nenhum ato direcionado diretamente a perseguição, discriminação ou diferenciação de cultos religiosos”, afirmou.

Para o ministro, “o que está em jogo é a defesa da vida”. Ele citou o dramático aumento no número de mortes pelo novo coronavírus e questionou: “Onde está a empatia?”.

Moraes também criticou “a errônea premissa de que se está atacando a liberdade religiosa”.

“Se a pandemia sair do controle e precisar decretar um lockdown, com tudo parado, os cultos vão continuar? Não se justificativa. Total falta de razoabilidade”, acrescentou.

O primeiro a votar nesta quinta foi Kassio Nunes Marques, que defendeu a liberação das cerimônias. Na véspera, o relator, Gilmar Mendes, votou contra. Assim, o placar parcial é de 2 a 1 pela proibição.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.