Quinta, 13 de Maio de 2021 09:13
65 99222-1842
OPINIÃO NAIARA BOSCOLI

Mineração apresenta crescimento em meio a pandemia

"Nosso Estado, Mato Grosso também apresentou alta variação no faturamento, correspondente a 90% e R$ 1,4 bilhão"

26/04/2021 08h03 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação 2 Fonte: NAIARA BOSCOLI
Mineração apresenta crescimento em meio a pandemia

O Brasil arrecadou R$6,079 bilhões de Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) em 2020. O valor representa um crescimento de 34,99% em relação aos R$4,503 bilhões em relação ao ano de 2019 (período em que não havia pandemia) onde a época o setor havia apresentado recorde de arrecadação.

No primeiro trimestre deste ano, ainda em meio a pandemia à indústria da mineração se supera ao recolher quase 102% a mais em tributos correspondentes ao mesmo período do ano passado. O desempenho da indústria da mineração cresceu cerca de 95% no 1º trimestre de 2021 em comparação ao 1º trimestre de 2020, o faturamento no primeiro trimestre de 2021, foi de R$ 70 bilhões enquanto no mesmo período no ano passado foi de R$ 36 bilhões. 

Vários fatores contribuíram para a aumento significativo na ordem de faturamento do setor mineral, como a variação cambial e a valorização dos preços internacionais de minérios. 

A substância mineral com maior variação foi o minério de ferro com 118% totalizando R$ 49 bilhões, se destacando hoje como o minério mais exportado pelo setor mineral. Outros minerais também apresentaram elevação nos preços, o ouro com variação de 85% e faturamento de R$ 7,5 bilhões; alumínio 23,7%; cobre 50,5%; estanho 55,8%. 

As exportações de minérios representaram quase 22% das exportações brasileiras, em dólar. Em contrapartida as importações de minérios totalizaram US$ 1,5 bilhão.

Nosso Estado, Mato Grosso também apresentou alta variação no faturamento, correspondente a 90% e R$ 1,4 bilhão. Quanto a arrecadação da CFEM no primeiro trimestre de 2021, ocupa a quinta posição no Ranking nacional, tendo arrecadado o valor de R$ 21.246.970,04.

Outro ponto muito positivo em meio ao período que estamos vivenciando foi o aumento em cerca de 11 mil empregos diretos, levando em consideração o período desde a declaração do estado de calamidade pública em razão da pandemia do coronavírus. 

Importante ainda constatar que todo esse crescimento do setor mineral é atrelado as boas práticas visando a promoção de sustentabilidade, matéria que faz parte das ações contínuas do Ministério de Minas e Energia por meio do Departamento de Desenvolvimento Sustentável na Mineração – DDSM.

Diante dos números e fatos expressivos relativos à mineração, deixo uma reflexão para aqueles que são contra, ou ainda condenam a exploração dos recursos minerais, é possível vivermos sem a atividade? 

Por: Naiara Boscoli Venancio Moraes, advogada, pós-graduada em direito da mineração e administrativo, Presidente da Comissão Nacional de Direito Minerário da Associação Brasileira de Advogados-ABA. E-mail: [email protected] 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.