Sábado, 08 de Maio de 2021 09:25
65 99222-1842
POLÍTICA 'SÓCIO OCULTO'

Operação do MP coloca deputado Botelho no olho do furacão

Empreiteira de deputado é citada como tendo ligação oculta com empresa que detém contrato de R$ 48 milhões com a Prefeitura de Cuiabá

27/04/2021 13h52 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) está na mira de investigação do MP
Deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) está na mira de investigação do MP

Não é preciso nem ser jornalista investigativo para concluir que o "sócio oculto" que deu nome à operação do Ministério Público que mira um contrato de R$ 78 milhões da Secretaria de Serviços Urbanos da Prefeitura de Cuiabá é o ex-presidente e atual primeiro-secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (DEM).

Isso porque no próprio release disparado pela assessoria de imprensa do MP já é mencionada a empresa Construtora Nhambiquaras que, segundo as investigações, teria ligações ocultas com a empresa Eletroconstro, sediada em Várzea Grande, dona do contrato que é objeto do inquérito.

Como se sabe, a Nhambiquaras pertence à família do deputado estadual Eduardo Botelho.

Ela, inclusive, já esteve registrada em seu nome. No entanto, o parlamentar está afastado da administração em razão do cargo que ocupa.

Atualmente, a Nhambiquaras está em nome de Romulo e Eduardo Rodrigo Botelho, irmão e filho do deputado, respectivamente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.