Quinta, 13 de Maio de 2021 08:27
65 99222-1842
POLÍTICA "TROCANDO IDEIAS"

Emanuel diz que já foi procurado por seis partidos para disputar o governo contra Mauro

De acordo com Emanuel, a prioridade no momento é trabalhar na imunização da população e combater o coronavírus

04/05/2021 11h16 Atualizada há 1 semana
Por: Redação 3 Fonte: ESTADÃO MATO GROSSO
Emanuel diz que já foi procurado por seis partidos para disputar o governo contra Mauro

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) revelou nesta segunda-feira (3) que já foi procurado por ao menos seis partidos diferentes para discutir um projeto político para 2022, para a disputa do governo do Estado contra o atual governador Mauro Mendes (DEM).

De acordo com Emanuel, a prioridade no momento é trabalhar na imunização da população e combater o coronavírus, mas há uma discussão política acontecendo nos bastidores em preparação para o pleito do próximo ano.

“Eu defendo um modelo diferente do que está aí ofertado ao Estado, um modelo que contemple as forças políticas, democráticas, do segmento organizado da sociedade, setor produtivo, os servidores públicos ativos e inativos. Precisamos escrever uma agenda positiva para Mato Grosso, com um novo modelo de desenvolvimento econômico social. Essa é minha posição e dessa forma estamos conversando e trocando ideias”, disse.

Entre os nomes que teriam o procurado para as tratativas eleitorais, Emanuel citou Wellington Fagundes (PL), Nilson Leitão (PSDB), Emanuelzinho (PTB) e outras três lideranças políticas de partidos diferentes, os quais disse não poder revelar os nomes.

Apesar do discurso, o prefeito cita que não está pensando em concorrer ao governo do Estado. Além disso, não está nos planos do seu partido lançar um candidato próprio ao Paiaguás.

No mesmo dia, pela manhã, a deputada estadual Janaina Riva (MDB) disse há um consenso na sigla de trabalhar para reeleger o atual governador. Contudo, o presidente estadual do partido, deputado federal Carlos Bezerra, só deve ‘bater o martelo’ sobre essa questão em 2022. Por hora, o MDB integra a base de sustentação do governo Mauro Mendes na Assembleia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.