Quinta, 13 de Maio de 2021 08:26
65 99222-1842
VARIEDADES MERCADO BILIONÁRIO

Setor de games já vale mais de US$ 300 bilhões

Estudo aponta que mercado ganhou 500 milhões de novos adeptos nos últimos três anos

04/05/2021 15h53 Atualizada há 1 semana
Por: Redação 3 Fonte: JORNAL DCI
Setor de games já vale mais de US$ 300 bilhões

O mercado de games é bilionário, indica estudo da Accenture, divulgado na segunda-feira, 3. De acordo com o relatório, a estimativa é de que o valor total do setor de games já ultrapasse os US$ 300 bilhões, superando a soma dos mercados de filmes e de música.

A consultoria enxerga o aumento significativo no jogo móvel e a busca por novos tipos de interação social durante a pandemia de Covid-19 como os principais fatores por trás do crescimento.

O novo estudo da Accenture, “Gaming: The New Superplatform”, analisou dados de quatro mil gamers espalhados por quatro dos principais mercados para jogos eletrônicos:  China, EUA, Japão e Reino Unido. O objetivo foi o de compreender as necessidades desse público e os principais motivadores do crescimento significativo do setor.

Perfil do setor de games

 

O mercado gamer ganhou meio bilhão de novos jogadores ao longo dos últimos três anos, chegando a 2,7 bilhões de pessoas no mundo. O estudo prevê a chegada de mais de 400 milhões de gamers até o final de 2023.

O perfil dos jogadores também vem mudando: 60% são mulheres, 30% têm menos de 25 anos e um terço se identifica como não-branco. Entre os entrevistados que se autodefinem como gamers antigos, 61% são do sexo masculino com idade acima de 25 anos e 76% se identificam como brancos.

“O surgimento de novas plataformas de games e as mudanças demográficas estão forçando as empresas do setor a se tornarem plataformas orientadas para a experiência e não mais centradas em produto”, explica Seth Schuler, diretor de Software & Platforms da Accenture, por meio de nota. “É importante que o setor encontre o equilíbrio entre as necessidades de seus novos adeptos, mais preocupados com suas interações online, e os fãs de longa data, que ainda são seus clientes mais lucrativos”.

À medida que essa comunidade cresce, o aspecto social é cada vez mais importante para a experiência geral dos jogadores. Entre os entrevistados, 84% afirmam que os videogames são importantes em suas relações com pessoas com interesses semelhantes. Já 75% dos participantes admitem que no momento grande parte de suas interações sociais acontecem em plataformas de jogos.

Interação gamer

De acordo com o levantamento, os jogadores passam em média 16 horas por semana jogando, oito horas por semana assistindo ou participando de transmissões de jogos e seis horas por semana interagindo em fóruns e comunidades de jogos.

Essas interações sociais são um dos principais impulsionadores do crescimento dos jogos online:  três em cada quatro jogadores esperam que os jogos online se tornem uma parte ainda maior de sua experiência de jogo no futuro.

“Além do seu tamanho expressivo, o setor de games teve um grande impacto na forma como enxergamos o entretenimento e a cultura, incluindo franquias de filmes de sucesso, competições em estádios, brinquedos e muito mais”, afirma Robin Murdoch, líder global para Software & Platform na Accenture. “Conforme observamos a expansão dessa influência vemos também o surgimento de jogos que funcionam como um ecossistema de superplataformas onde os jogadores podem se encontrar, comunicar, assistir shows ao vivo, fazer compras ou ouvir música”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.