Terça, 22 de Junho de 2021 03:59
65 98157-3554
OPINIÃO RENATO GOMES NERY

Só a dor é positiva

Vivemos alheios e não demos conta do que deveríamos ter feito

06/05/2021 14h49
Por: Redação 3 Fonte: RENATO GOMES NERY
Só a dor é positiva

Gostaria de me aliar, com ceticismo, a aqueles que acham que depois da pandemia a população brasileira vai sair mais empática e mais fraterna. Iremos ver e sentir a dor dos outros e melhorar como seres humano.

 

Enfim, irá inaugurar um mundo novo mais amigo, mais fraterno e um País melhor. A nosso descompromisso seria fruto de que sempre vivemos no “bem bom”, pois nunca sofremos crises severas, como guerras e catástrofes em nosso território.

 

Vivemos até agora alheios  e, portanto, não demos conta do que deveríamos ter feito. Enfim, perdemos tempo preocupados com o que não deveríamos e a transformação somente seria possível com a dor e o sofrimento de que sempre fomos poupados. Será?

 

Vou me socorrer, nesta linha de raciocínio de Schopenhauer:- O bem-estar e a felicidade são valores negativos, e só a dor é positiva. É um absurdo pensar ao contrário; que o mal é negativo. Ele é positivo, por que faz sentir. Toda felicidade, todo bem é negativo, e toda satisfação também, o é por que suprime um desejo ou termina um pesar -. (www.recantodas.letras.com.br/artigos/456058).

 

Enfim, foi o referido pensador que cunhou a assertiva de que: “somente a dor é positiva”. Portanto, para chegar ao céu é preciso passar pelo inferno.

 

O acima exposto, é consolo que algumas pessoas encontraram de positivo neste inferno astral a que fomos submetidos. A tendência é encarar a pandemia pelo lado emocional e religioso. A visão acima tem este viés.

 

Entretanto, o caos estabelecido no País foi aumentado exponencialmente pela descrença na ciência, o que levou a falta de planejamento e de atitudes a tempo e a hora.

 

Após este cruel período, ficarão cicatrizes profundas na sociedade. E, certamente, ela será purgada e depois da purgação, será descortinado no horizonte um futuro promissor. Quizás, quizás.... quizás...

 

Neste período conturbado de medos e apreensões só nos resta rezar para que a maioria da população brasileira saia viva desta praga, pois o revés está sendo muito duro.

 

Que o aprendizado se complete nela, pois somente Deus pode nos livrar de outras seis. E a depender de nossas autoridades e, sem a liderança de um Moisés, estaremos todos mortos e não alcançaremos a Terra Prometida.

 

Renato Gomes Nery é advogado.

 

 
 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.