Terça, 22 de Junho de 2021 02:47
65 98157-3554
POLÍTICA DIREITO DOS ANIMAIS

Projeto inclui causa animal na Comissão de Transporte, Urbanismo e Meio Ambiente

A modificação irá permitir a promoção de ações e políticas de defesa aos direitos dos animais contra a crueldade e maus-tratos

07/05/2021 15h14
Por: Redação 3 Fonte: CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ
Projeto inclui causa animal na Comissão de Transporte, Urbanismo e Meio Ambiente
Com 22 votos, a Câmara Municipal aprovou, na sessão ordinária de quinta-feira (06.05), o Projeto de Resolução, de autoria do vereador Sargento Vidal (Pros), que acrescenta a Defesa ao Direito dos Animais na Comissão de Transporte, Urbanização e Meio Ambiente. 
 
De acordo com o vereador, a modificação irá permitir a promoção de ações e políticas de defesa aos direitos dos animais contra a crueldade e maus-tratos na capital. "É importante ressaltar a necessidade de cuidar dos animais e do Meio Ambiente simultaneamente. O projeto, ora apresentado, visa agregar e completar de vez a Comissão de Transporte, Urbanismo e Meio Ambiente nessa Casa de Leis", explicou. 
 
Vidal ressaltou que é a primeira vez, desde a criação da Câmara Municipal de Cuiabá, que a bandeira em defesa aos animais e a sua proteção pode ser incluída ao Meio Ambiente. Analisou ainda que nunca um legislador municipal dentro de Cuiabá, se preocupou com a causa, seja por achar insignificante ou até mesmo por não ter consciência da importância dos animais para o Meio Ambiente. 
 
O parlamentar destacou no projeto que o Direito dos Animais versa, além de defender seres indefesos, a saúde pública da capital, considerando que muitas doenças dos animais são transmissíveis aos seres humanos.
 
"<...> Nossa capital é conhecida pela exuberante área Pantaneira, bem como a sua fauna e flora, dessa forma não se pode esquecer que essa Casa de Leis tem o dever de defendê-la, começando pelos pets domésticos e animais urbanos. Portanto, é de suma importância a aprovação deste, pois estaremos conscientizando e cuidando do nosso cidadão cuiabano <...>", diz trecho do documento.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.