Terça, 22 de Junho de 2021 04:40
65 98157-3554
CURTO E GROSSO SONEGAÇÃO FISCAL

Wilson se esquece de convocar minerador Mauro Mendes para depor em CPI

Deputado convocou empresários do setor para prestar esclarecimentos sobre tributos, mas não convocou governador que também atua no ramo

10/06/2021 09h27 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Presidente da CPI, deputado Wilson Santos: governador-minerador fica de fora de convocação
Presidente da CPI, deputado Wilson Santos: governador-minerador fica de fora de convocação

O presidente da CPI da Sonegação Fiscal, deputado estadual Wilson Santos (PSDB), convocou diversos empresários da mineração para prestarem esclarecimentos sobre pagamento de impostos na Assembleia Legislativa.

O curioso é que o tucano convocou diversos ex-sócios do governador e minerador Mauro Mendes (DEM), incluindo o ex-governador Silval Barbosa (MDB), mas não convocou o próprio chefe do Executivo.

O empresário Wanderley Torres, dono da Trimec Construções, que também atua na mineração em Pontes e Lacerda e também mantém (ou pelo menos já manteve) relação societária com Mendes, também foi solenemente ignorado pela comissão parlamentar.

Aliás, Mauro é réu em uma ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal (MPF) que apura uma suposta fraude no processo de venda da sua principal mineradora, a Mineração Casa de Pedra, realizada em um leilão judicial do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Mato Grosso há 10 anos atrás.

Há quem diga, todavia, que Wilson estaria usando a CPI para promover espionagem e expor os concorrentes do governador nos negócios.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.