Terça, 22 de Junho de 2021 23:12
65 98157-3554
VARIEDADES VIROU ATIVISTA

Ator da Globo muda de vida, choca público e assume: “Vendo maconha”

Após enfrentar alguns problemas de saúde, o artista se transformou em um militante a favor da legalização da maconha

11/06/2021 16h29
Por: Redação 3 Fonte: IG GENTE
Ator da Globo muda de vida, choca público e assume: “Vendo maconha”
Ator já aposentado, Ricardo Petraglia, que já fez alguns trabalhos na Globo, como em “A viagem” e na Record, em “Os dez mandamentos“, teve seus bons anos de sucesso enquanto exercia sua profissão.

Porém, atualmente, o ator resolveu mudar completamente sua carreira. Após enfrentar alguns problemas de saúde, o artista se transformou em um militante a favor da legalização da maconha.

Assim, Ricardo contou ao jornal “O Globo“, sobre seu estado de saúde e detalhou como isso lhe levou a adquirir pensamentos e ideologias diferentes sobre a maconha.

“Tive um problema no quadril, coloquei uma prótese coxofemural e isso desequilibrou a minha coluna vertebral”. “Para complicar, eu não posso tomar anti-inflamatórios e analgésicos”, contou o ex ator da Globo.

O ator iniciou seu ativismo a favor da maconha em 2005, quando resolveu se mudar para Xerém (distrito de Duque de Caxias, no pé da Serra de Petrópoles) com sua companheira, Marília.

Logo em seguida, o ator comentou que já teve hepatite C e não podia receber o tratamento necessário. Contudo, seu médico indicou o uso medicinal da cannabis, a fim de dar início ao seu tratamento. Após começar a usar, ele obteve ótimos resultados em sua saúde. O ex contratado da Record ainda fez questão de ressaltar que chegou a pedir autorização da justiça para que pudesse começar a cultivar maconha em sua própria casa.

 

Além disso, Ricardo comentou sobre sua aparição nas telinhas, comparando com seu momento atual: “Agora não vendo mais sabão, vendo maconha, sou um militante da legalização”.

Desse modo, Ricardo Petraglia falou sobre o uso da maconha para o uso pessoal de outras pessoas. O ex ator contou que é a favor da legalização da maconha: “Acredito que deve ser direito de todo mundo usar o que quiser desde que não afete a saúde e as vidas das outras pessoas”, concluiu.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.