Segunda, 02 de Agosto de 2021 03:09
65 98157-3554
POLÍCIA ABUSO SEXUAL

Polícia prende suspeito de estupro contra irmãs menores de idade em Poconé

As investigações iniciaram no dia 20 de maio, quando o pai das vítimas procurou a Delegacia de Poconé para relatando que as vítimas foram abusadas sexualmente e continuavam sendo assediadas pelo suspeito

21/06/2021 17h49
Por: Redação 3 Fonte: POLÍCIA CIVIL DE MT
Polícia prende suspeito de estupro contra irmãs menores de idade em Poconé

Um homem identificado como autor de estupro cometidos contra duas irmãs menores de idade em Poconé (104 km ao sul de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, nesta segunda-feira (21.06). O suspeito de 20 anos abusou sexualmente das irmãs, de 11 e de 15 anos de idade e responderá pelos crimes de estupro de vulnerável e estupro.

Segundo as informações, uma das menores brincava na rua, quando foi abordada pelo suspeito que a chamou para ir até o seu local de trabalho onde ocorreram os abusos. O mesmo fato também teria ocorrido com a irmã mais velha. As investigações iniciaram no dia 20 de maio, quando o pai das vítimas procurou a Delegacia de Poconé para relatando que as vítimas foram abusadas sexualmente e continuavam sendo assediadas pelo suspeito.

Durante as investigações, as meninas foram ouvidas e confirmaram os abusos, relatando que o suspeito tirava a roupa delas e praticava os atos libidinosos, chegando a consumar a conjunção carnal com a mais velha e tentar contra a mais nova.

Diante dos fatos, o delegado Maurício Pereira Maciel representou pelos mandados de busca e apreensão e prisão preventiva do suspeito que foram deferidos pela Justiça. O mandado de prisão preventiva foi cumprido nesta segunda-feira (21), na tornearia do pai do suspeito em Poconé. Após a prática dos abusos, o suspeito continuava mandado mensagens para as menores através do aplicativo whatsapp, pedindo vídeos pornográficos e dizendo que queria manter relações sexuais com elas. Ao serem ouvidas, as menores demonstraram muito envergonhadas e amedrontadas com a situação.

Ele foi conduzido à Delegacia de Poconé, onde foi interrogado e tomadas as providências de praxe para cumprimento do mandado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.