Sábado, 23 de Outubro de 2021
31°

Alguma nebulosidade

Cuiabá - MT

OPINIÃO ENOCK CAVALCANTI

O vexame do PT, o papelão da Rosa Neide

O PT abre as pernas para a corrupção mais deslavada na relação Executivo – Legislativo, no exato momento em que vemos Bolsonaro promover um acelerado desmonte de direitos da maioria dos trabalhadores

16/08/2021 às 16h06
Por: Redação 3 Fonte: ENOCK CAVALCANTI
Compartilhe:
O vexame do PT, o papelão da Rosa Neide

Na bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara dos Deputados, 48 (quarenta e oito) parlamentares votaram a favor do retorno das coligações partidárias – 3 (três) petistas, José Ricardo (PT-AM) Waldenor Pereira (PT-BA) e Zeca Dirceu (PT-PR), foram contra.

Na bancada de MT, apenas o deputado Valtenir resistiu a esta onda de oportunismo. A deputada petista de Mato Grosso, Rosa Neide Sandes de Almeida, foi uma daquelas parlamentares petistas que roeram a corda, viabilizando este retrocesso absurdo. Votaram em bloco, contra a proposta, o PSOL, a Rede, o Novo. No PDT, 21 votaram coerentemente contra, mas se registraram 4 transfugas.

Até o PSD de Kassab e Carlos Fávaro orientou voto contra esse arranjo macabro! E vejam que os deputados vacilões do PT, com Rosa Neide entre eles, estão pretendendo destruir, assim, a importante mudança construida a partir de 2017, que favorece um mínimo de racionalização da política, pois com a redução do número de partidos de aluguel no corrupto mercado do Congresso Nacional, as grandes negociações deixariam o varejo e partiriam para o macro, supostamente com siglas (mais ou menos) ideológicas.

O PT abre as pernas para a corrupção mais deslavada na relação Executivo – Legislativo, no exato momento em que vemos Bolsonaro promover um acelerado desmonte de direitos da maioria dos trabalhadores e um avanço arrasador do processo de privatizações, garantido pelo pagamento escancarado de propinas as mais variadas aos parlamentares do Centrão que vão assim tornando terra arrasada a representação política brasileira.

Esses mesmos petistas que, com discurso cínico, dizem combater o Centrão! Ora, combatem tanto que, agora, sem nenhum pudor, votam junto com o Centrão pela volta das coligações para garantir que o Centrão tenha sempre novos e multiplos partidos para alimentar a contínua multiplicação interesseira de sua bancada! Nas mãos de quem fomos colocar nossas esperanças e melhores expectativas.

Agora é acreditar que no Senado Federal esta votação ignominiosa possa ser revertida, com os partidos à esquerda recuperando o mínimo de racionalidade. Quanto a Rosa Neide parece que ela, no desespero de salvar a qualquer custo o próprio mandato, tá querendo trabalhar, novamente, em Mato Grosso, por uma nova coligação em torno do Wellington Fagundes (PL) , coligação que em 2018 representou um dos mais lastimáveis momentos do PT neste Mato Grosso em que partidos são mera moeda de troca e o que vale mesmo é o poder do dinheiro do Agronegócio.

Ao fundo, roda aquele velho CD do Chico Buarque: “Inútil dormir que a dor não passa…”

Leia Também:  AVANÇO DEMOCRÁTICO: Desembargador Marcos Machado ressalta que o Ministério Público já escolhe diretamente seus dirigentes há mais de 20 anos e garante que as Diretas Já para a escolha do presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso por aqueles que integram a magistratura, base fundamental do Poder Judiciário, agrega respeito interpessoal

Enock Cavalcanti, 68, jornalista, é editor do blogue PAGINA DO ENOCK, em Cuiabá, MT, desde o ano de 2009

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.