Quarta, 27 de Outubro de 2021
25°

Alguma nebulosidade

Cuiabá - MT

OPINIÃO JOSÉ STOPA

Entre o celebrar e o refletir, precisamos também agir!

Em uma cidade que é historicamente conhecida como “Cidade Verde”, não podemos, obviamente, deixar de comemorar um dia especial

22/09/2021 às 08h35
Por: Redação 2 Fonte: JOSÉ STOPA
Compartilhe:
Entre o celebrar e o refletir, precisamos também agir!

Nesta terça-feira, 21 de setembro, celebramos mais um Dia da Árvore. Uma data que foi instituída no Brasil há 56 anos, por meio do Decreto Federal nº 55.795/1965, com o objetivo de reforçar a importância desse bem natural nas nossas vidas e na vida de todo o Planeta Terra. Desde sua criação, a data também é utilizada para potencializar atividades de celebração e reflexão. Ações essas dignas de louvor, mas que não são suficientes!

Em uma cidade que é historicamente conhecida como “Cidade Verde”, não podemos, obviamente, deixar de comemorar um dia especial. É também uma grande oportunidade para aproveitar esse momento especial para falar de educação ambiental, refletir sobre a nossa responsabilidade com a preservação da natureza. Mas, é igualmente necessário irmos além. Precisamos agir!

E quando falo em agir, não me refiro apenas ao ato de plantar uma árvore. Temos que pensar no meio ambiente de forma macro e retomar um caminho que nos leve a imprescindível harmonia com tudo que está ao nosso redor. Afinal, o homem vive na Terra, pertence à Terra, mas não está sozinho nela e tão pouco sobreviveria se fosse essa a realidade. Somos mais uma entre as imensuráveis quantidades de espécie que fazem desse planeta seu habitat.

Que fique claro também que quando digo “Precisamos agir!” não estou limitando essa necessidade ao Poder Público. Um órgão público pode criar dezenas de ações, colocar em práticas outras centenas de projetos, mas sem uma participação ativa da população pouco, ou quase nada, irá produzir os resultados efetivos planejados e continuaremos caminhando como se estivéssemos em uma esteira, sem sair do lugar.

Precisamos agir! No entanto, essa atuação não pode ser isolada de uma parte ou de outra. Não há a menor possibilidade de avançarmos na preservação ambiental, se Poder Público e sociedade não caminham lado a lado, em sintonia, e em um esforço conjunto em prol do mesmo objetivo. Sem essa união, a tendência é passarmos mais 56 anos celebrando ações pontuais, positivas e dignas, mas que não atendem a demanda de forma completa.

Para mudar essa realidade que hoje nos encontramos, o primeiro passo é ter a clareza de que preservação ambiental vai muito além do plantio de uma muda de árvore. E mais: plantar uma árvore não nos dá um passaporte de liberação para praticar livremente outras atrocidades com a natureza. De nada vale plantar uma árvore, se continuarmos descartando lixo de forma irregular, fomentando a criação de bolsões de lixo em toda cidade.

NOTÍCIAS QUENTES -  Acesse o grupo do Isso É Notícia no Whatsapp e tenha notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)

Esse valor também se perde quando seguimos anualmente maltratando a fauna e a flora do Pantanal Mato-grossense com queimadas irregulares, poluindo nossos rios córregos, lançando gases poluentes em excesso na atmosfera, devastando nossas florestas, ou simplesmente jogando o palito de picolé, o copo descartável e a bituca de cigarro fora da lixeira.

Portanto, é oportuno promovermos todas as atividades possíveis para celebrar essa data especial. É essencial refletirmos sobre nosso papel na preservação do meio ambiente como um todo. Todavia, é primordial que tudo isso seja acompanhado da ação. Ação diária, constante, e não isolada em algumas ocasiões especiais. 

José Roberto Stopa – vice-prefeito e secretário de Obras Públicas de Cuiabá

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.