Terça, 26 de Outubro de 2021
26°

Alguma nebulosidade

Cuiabá - MT

POLÍCIA SEQUESTRO EM SINOP

PM prende membros de facção envolvidos homicídio de ex-jogador de futebol

Três homens (18, 21 e 40 anos) e duas mulheres (21 e 32 anos) foram presos na ação

23/09/2021 às 15h01
Por: Redação 3 Fonte: POLÍCIA MILITAR DE MT
Compartilhe:
PM prende membros de facção envolvidos homicídio de ex-jogador de futebol

A polícia militar prendeu cinco suspeitos de envolvimento no sequestro e homicídio do ex-jogador de futebol Willian Santana, na noite de quarta-feira (22), em Sinop. Três homens (18, 21 e 40 anos) e duas mulheres (21 e 32 anos) foram presos na ação.  

Segundo o boletim de ocorrência, após receber informações da Agência Regional de Inteligência de que os indivíduos que participaram do homicídio pretendiam deixar a cidade, os policiais realizaram diligências pelo município e localizaram os suspeitos no bairro Jardim Jacarandás. 

Todos os envolvidos estavam no interior de um veículo Renault Logan, dentre eles, dois homens suspeitos do crime, um de 21 anos e outro de 18, que estava com mandado de prisão preventiva decretado. 

Durante a abordagem, os dois homens confessaram o crime. Enquanto o mais velho relatou que no dia do homicídio usou o seu veículo, um Gol de cor preta, para junto do comparsa e mais dois cúmplices raptar e levar a vítima para um matagal, onde foi feita uma chamada de vídeo com o líder de uma facção criminosa, o outro relatou que arrancou a tornozeleira eletrônica um dia após o crime e a jogou em um rio.

Os outros suspeitos relataram que estariam levando os dois para a cidade de Novo Progresso, a pedido do homem mais novo, que pretendia fugir da cidade. Os veículos foram apreendidos e encaminhados à delegacia, assim como os cinco suspeitos envolvidos. 
 
A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Civil.

NOTÍCIAS QUENTES - Acesse o grupo do Isso É Notícia no WhatsApp e tenha notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.