Terça, 19 de Outubro de 2021
32°

Poucas nuvens

Cuiabá - MT

POLÍCIA MADRUGADA VIOLENTA

Após festa, jovem é perseguida e esfaqueada até morte em MT

Vítima foi encontrada pedindo socorro na rua; ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local

14/10/2021 às 09h26
Por: Redação 2 Fonte: REDAÇÃO MÍDIA NEWS
Compartilhe:
Após festa, jovem é perseguida e esfaqueada até morte em MT

A jovem Milene Natasha Soares de Freitas, de 21 anos, foi assassinada com golpes de facada no pescoço na madrugada desta quinta-feira (14), em Pontes e Lacerda (a 449 km de Cuiabá).

Segundo informações da Polícia Civil, Milene estava em uma festa de aniversário quando começou uma briga com um homem.

Ainda na confraternização, ela foi agredida e esfaqueada pela primeira vez, mas conseguiu fugir e correu para pedir ajuda.

No entanto, acabou sendo alcançada pelo assassino, que finalizou o crime com novos golpes no pescoço.

Uma testemunha, que acionou a Polícia Militar, viu a vítima andando pela Avenida Iguaçu pedindo socorro após o criminoso já ter fugido.

NOTÍCIAS QUENTES -  Acesse o grupo do Isso É Notícia no Whatsapp e tenha notícias em tempo real (CLIQUE AQUI

Na sequência, ela caiu no chão e a pessoa pôde perceber que a vítima tinha perfurações de faca na região do pescoço e do braço.

O Corpo de Bombeiros foi chamado para socorrer Milene ainda na avenida, porém, ao chegar no local ela já havia falecido.

Com a constatação da morte, a PM isolou o local do crime e acionou a Polícia Judiciária Civil do Município para iniciar as investigações.

Uma equipe da Politec também esteve no local para fazer a perícia e encaminhar o corpo de Milene até o Instituto Médico Legal (IML).

O caso está sendo investigado pela delegada Bruna Fernandes de Laete.

Ainda de acordo com a delegada, Milene tinha passagem pela Polícia por ter sido autora de um homicídio contra uma mulher em Pontes e Lacerda.

Até o momento nenhum suspeito não foi detido pelos policiais e o caso segue sendo apurado pela Polícia Civil. A motivação da briga também não foi revelada à reportagem.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.