Terça, 30 de Novembro de 2021
27°

Muitas nuvens

Cuiabá - MT

POLÍTICA "NÃO SOU A FAVOR"

Botelho considera afastamento de Emanuel como "medida radical"

Emanuel Pinheiro foi afastado do cargo de prefeito no dia 19, quando foi deflagrada a Operação Capistrum, que investiga contratações irregulares na saúde

26/10/2021 às 17h18 Atualizada em 27/10/2021 às 10h34
Por: Redação 3 Fonte: CONEXÃO PODER
Compartilhe:
Botelho considera afastamento de Emanuel como

O deputado Eduardo Botelho (DEM), 1º secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, declarou nesta terça-feira à imprensa que considera muito radical o afastamento do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), que foi determinado pela Justiça.

“Particularmente acho o afastamento uma medida muito radical. Eu não sou a favor do afastamento, acho sempre muito radical, mas eu não conheço o processo”, pontuou.

Botelho evitou comentar sobre o caso argumentando que desconhece o teor da denúncia de contratações irregulares na Secretaria de Saúde da Capital, que culminaram na Operação Capistrum e o afastamento do emedebista.

NOTÍCIAS QUENTES - Acesse o grupo do Isso É Notícia no WhatsApp e tenha notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)

Emanuel foi afastado no último dia 19 após o Gaeco cumprir mandados de busca na Operação Capistrum.

O prefeito recorre em instâncias superiores e crê na derrubada da decisão que determinou seu afastamento. 

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE) entrou com novo pedido para que a Justiça determine o afastamento do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), do cargo, dessa vez por seis meses. O órgão pede ainda o bloqueio de mais de R$ 16 milhões e que, ao final, o gestor seja condenado por improbidade administrativa.

Capistrum

As investigações apontam que centenas de contratações temporárias teriam sido feitas para beneficiar politicamente o prefeito, atendendo a indicações de aliados e vereadores.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.