Domingo, 16 de Janeiro de 2022
34°

Nuvens esparsas

Cuiabá - MT

BRASIL FUNDO ÁRABE

'Bolsonaro saqueia a Petrobrás', diz Gleisi sobre entrega da refinaria Landulpho Alves

Presidenta nacional do PT criticou a venda da segunda maior refinaria da Petrobrás por US$ 1,8 bilhão, 50% abaixo do valor de mercado

03/12/2021 às 14h11
Por: Redação 2 Fonte: BRASIL 247
Compartilhe:
'Bolsonaro saqueia a Petrobrás', diz Gleisi sobre entrega da refinaria Landulpho Alves

A deputada Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, criticou nesta sexta-feira (3) a venda pela Petrobrás da refinaria Landulpho Alves (RLAM) para o fundo árabe de investimentos Mubadala Capital. 

Pelo Twitter, Gleisi disse que o governo de Jair Bolsonaro está "saqueando" a Petrobrás. "Governo Bolsonaro vendeu a Refinaria Landulpho Alves da Petrobras, na Bahia, por valor abaixo do mercado. Isso é saquear a Petrobras, vender barato patrimônio que o povo construiu para o privado ganhar altos lucros, deixando o preço da gasolina explodir. Saqueadores", escreveu Gleisi. 

Nesta sexta, petroleiros fazem manifestações em várias cidades contra a venda da RLAM e de outras refinarias pela Petrobrás. 

NOTÍCIAS QUENTES -  Acesse o grupo do Isso É Notícia no Whatsapp e tenha notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)

A RLAM foi vendida ao fundo árabe Mubadala, por US$ 1,8 bilhão, 50% abaixo do valor de mercado, segundo o Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Ineep), e 35% aquém do preço justo, de acordo com o BTG Pactual. A privatização da refinaria baiana - a segunda maior do país, com capacidade de processamento de 330 mil barris/dia -, foi concluída no dia  30 de novembro.

Governo Bolsonaro vendeu a Refinaria Landulpho Alves da Petrobras, na Bahia, por valor abaixo do mercado. Isso é saquear a Petrobras, vender barato patrimônio que o povo construiu para o privado ganhar altos lucros, deixando o preço da gasolina explodir. Saqueadores!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.