Segunda, 27 de Junho de 2022
16°

Alguma nebulosidade

Cuiabá - MT

OPINIÃO 'SISTEMA FALIDO'

A morte do BRT: destruição chega ao limite em Pernambuco

Quase oito anos depois, com pouquíssimas exceções, o BRT está à beira da morte em muitas cidades

13/12/2021 às 09h53 Atualizada em 13/12/2021 às 10h25
Por: Redação 2 Fonte: UOL
Compartilhe:
A morte do BRT: destruição chega ao limite em Pernambuco

A Coluna Mobilidade inicia uma série de reportagens sobre os sistemas de BRT brasileiros, que ganharam protagonismo no País na época da preparação para a Copado Mundo de 2014.

Um conceito criado ainda em 1974, em Curitiba (PR), pelo arquiteto urbanista e político de carreira Jaime Lerner, que tinha como princípio provar à sociedade que transporte público coletivo pode ter qualidade a partir de quatro premissas: prioridade incontestável no sistema viário das cidades (independentemente do prefeito ou da vontadedo político da vez), veículos grandes e confortáveis, embarqueem nível para evitar o sobe e desce de degraus, e tecnologia deponta para garantir o pagamento da passagem ainda na estação e a comunicação em tempo real com o passageiro.

NOTÍCIAS QUENTES -  Acesse o grupo do Isso É Notícia no Whatsapp e tenha notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)

Quase oito anos depois, com pouquíssimas exceções, o BRT está à beira da morte em muitas cidades - com destaque para os sistemas da Região Metropolitana do Recife e do Rio de Janeiro. A pandemia de covid-19, que ampliou ainda mais a crise do transporte público em geral, foi mortal para o BRT, que tem uma operação mais cara.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.