Quarta, 26 de Janeiro de 2022
23°

Alguma nebulosidade

Cuiabá - MT

POLÍTICA ELEIÇÃO 2022

PL prioriza Bolsonaro e senador admite reeleição ou Governo de MT

Welington Fagundes destaca que MT é rico com povo pobre

14/01/2022 às 10h28 Atualizada em 14/01/2022 às 13h35
Por: Readação 2 Fonte: FOLHA MAX
Compartilhe:
PL prioriza Bolsonaro e senador admite reeleição ou Governo de MT

O senador Welington Fagundes (PL) declarou nesta sexta-feira (14) que não discute neste momento a possibilidade de ser candidato ao Governo do Estado ou até mesmo sua reeleição ao Senado nas eleições de outubro. A declaração foi dada em entrevista a Rádio Capital FM.

De acordo com o parlamentar, o momento do PL, partido ao qual é filiado e presidente em Mato Grosso, é de trabalhar internamente para criar condições favoráveis a candidatura à reeleição do presidente da República, Jair Bolsonaro. “Hoje não existe candidatura, mas apenas pré-candidatos. Seria natural minha candidatura à reeleição, mas quem homologa é o partido na convenção. Temos que fazer alianças e o que é discutido prioritariamente neste momento é a candidatura do presidente da República”, disse.

Embora não tenha manifestado a intenção de concorrer ao Governo do Estado, o senador Welington Fagundes defendeu a construção de um novo modelo de gestão para Mato Grosso com a construção de um plano de governo que oportunize ao cidadão melhor qualidade de vida, o que em sua avaliação passa pela geração de emprego, renda e qualificação profissional. “Não adianta Mato Grosso ser um Estado rico com a população pobre e passando fome. A pandemia aumentou ainda mais a concentração de renda, o que é um fenômeno mundial, e é aí que surge a necessidade de políticas públicas governamentais que promovam a inclusão social. Mato Grosso não pode permanecer como um dos Estados que mais concentra renda no Brasil”, ressaltou.

Até o momento, o governador Mauro Mendes (DEM) não decidiu pela reeleição. A promessa é que a decisão seja anunciada no final de março. Outros partidos com potencial candidatura à Presidência da República, como o PT de Luiz Inácio Lula da Silva, também não se mobilizam, ainda, por candidatura ao Palácio Paiaguás.

NOTÍCIAS QUENTES - Acesse o grupo do Isso É Notícia no WhatsApp e tenha notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.