Segunda, 23 de Maio de 2022
15°

Alguma nebulosidade

Cuiabá - MT

COTIDIANO 'PROPAGAÇÃO'

Média de consultas diárias em UPAs e Policlínicas de Cuiabá aumentam 233%, diz secretaria

Média era de 150 consultas diárias e por causa do aumento de casos de gripe, as unidades chegaram a atender 500 pacientes

16/01/2022 às 13h03 Atualizada em 17/01/2022 às 10h42
Por: Readação 2 Fonte: G1
Compartilhe:
Média de consultas diárias em UPAs e Policlínicas de Cuiabá aumentam 233%, diz secretaria

A média de consultas diárias em Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e Policlínicas de Cuiabá aumentaram 233%, de acordo com a Secretaria de Saúde (SMS). A média era de 150 consultas diárias, e por causa do aumento de casos de gripe, as unidades chegaram a atender 500 pacientes por dia.

Segundo a secretaria, entre os dias 26 e 31 de dezembro do ano passado, foram feitos 11.622 atendimentos médicos em todas as UPAs e Policlínicas de Cuiabá. O maior número de atendimentos aconteceu no dia 27 do mesmo mês, com 2.677 pacientes atendidos.

Já no dia 31, os atendimentos caíram, registrando 1.046 pacientes nas unidades de saúde da capital.

De acordo com a secretaria, na primeira semana de janeiro, os atendimentos voltaram a subir, registrando 1.594 consultas no dia 7 do mesmo mês.

Entre os dias 1 e 8, as unidades tiveram uma média de 253 atendimentos. A secretaria informou que a maioria dos pacientes são casos leves de síndromes gripais.

Já em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, mais de 26 mil pessoas também foram atendidas nas unidades de saúde com sintomas gripais. O pico dos atendimentos foi no dia 27 de dezembro, e neste dia o município realizou 2.698 atendimentos.

Segundo a prefeitura, houve um considerável aumento de pessoas com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), decorrente principalmente nova cepa da gripe Influenza, a H3N2.

Influenza

A gripe, ou influenza sazonal, é uma infecção respiratória aguda, causada pelos vírus A, B, C e D.

O vírus A está associado a epidemias, tem comportamento sazonal, cujo aumento de casos ocorre nas estações mais frias.

Apresenta febre, calafrios, mal-estar, dor de cabeça, dor no corpo, falta de ar, dor na garganta, dor nas juntas, fraqueza, secreção nasal excessiva e tosse seca, podendo ter ainda diarréia, vômitos, fadiga, rouquidão, olhos vermelhos e lacrimejantes.

NOTÍCIAS QUENTES - Acesse o grupo do Isso É Notícia no WhatsApp e tenha notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.