Domingo, 22 de Maio de 2022
13°

Alguma nebulosidade

Cuiabá - MT

POLÍTICA GRUPO PETRÓPOLIS

Justiça Eleitoral arquiva inquérito contra ex-governador Taques por suposto Caixa 2

O inquérito foi aberto pela PF a partir da delação premiada do empresário Alan Malouf

25/01/2022 às 12h15 Atualizada em 26/01/2022 às 08h36
Por: Redação
Compartilhe:
Ex-governador Pedro Taques
Ex-governador Pedro Taques

O juiz eleitoral Francisco Alexandre Ferreira Mendes Neto, da 51ª Zona Eleitoral de Cuiabá, arquivou um inquérito policial aberto pela Polícia Federal para apurar possível prática de caixa 2 na campanha de eleição do ex-governador Pedro Taques a partir de doações da Cervejaria Petrópolis.

O inquérito foi aberto pela PF a partir da delação premiada do empresário Alan Malouf, que atuou como assessor financeiro na campanha de Taques.

Em sua delação, Alan afirmou que doação eleitoral feita por ele era fruto de propina e, por isso, Taques deveria ser punido pela Justiça Eleitoral.

No entanto, para a Justiça, o colaborador não apresentou documentos que comprovassem que as doações iram ilegais ou fruto de corrupção.

"No caso dos autos, simplesmente não houve crime eleitoral. A doação foi lícita, sem que se tenha cogitado, sequer, a verificação de elementos que indiquem uso malversado dele", afirmou o magistrado, na sentença.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.