Domingo, 22 de Maio de 2022
14°

Alguma nebulosidade

Cuiabá - MT

POLÍCIA OPERAÇÃO CAMADA

Duas traficantes que colavam drogas no corpo de "mulas" são presas pela PF; veja vídeos

O grupo foi desarticulado após uma mulher ter sido presa em 2021 no aeroporto de VG com diversos quilos de cocaína no corpo

14/05/2022 às 07h02 Atualizada em 14/05/2022 às 07h13
Por: Readação 2 Fonte: UNICA NEWS
Compartilhe:
Duas traficantes que colavam drogas no corpo de

A Polícia Federal (PF) prendeu duas mulheres nesta sexta-feira (13) por tráfico de cocaína, sendo que a droga era presa ao corpo e encaminhada a outros estados por meio de voos que partiam de Várzea Grande. Uma das suspeitas foi presa em VG, enquanto a segunda envolvida é do município de Ribamar, no Maranhão.

Os mandados foram expedidos no âmbito da Operação Camada, que investiga uma associação de pessoas voltadas ao tráfico de cocaína por meio do Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em VG.

O grupo foi desarticulado após uma mulher ter sido presa em 2021 no aeroporto de VG com diversos quilos de cocaína no corpo.

Na primeira fase da Operação foi cumprido mandado de busca e apreensão na região de Várzea Grande, de modo que foi possível verificar que os criminosos enviavam a droga para os estados do Espírito Santo e Maranhão, presa junto ao corpo e tentavam ocultar parte do seu nome na compra das passagens.

A operação tem como objetivo prevenir e reprimir o tráfico de drogas por meio do aeroporto, uma vez que o uso deste modal tem aumentado significativamente.
As penas dos crimes investigados podem resultar em uma pena total de 25 anos de reclusão.

As investigações e investidas contra o tráfico de drogas continuam, com especial atenção à prisão das lideranças e descapitalização de organizações criminosas.

NOTÍCIAS QUENTES - Acesse o grupo do Isso É Notícia no WhatsApp e tenha notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)

Veja vídeos:

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.