Segunda, 27 de Junho de 2022
16°

Alguma nebulosidade

Cuiabá - MT

POLÍTICA INVESTIGAÇÃO

CPI do Leite recebe representantes de organização de cooperativas, indústrias e de conselho de produtores

Deputados avaliam que rendimento de produtores é baixo

23/06/2022 às 14h20
Por: Redação 3 Fonte: ALMT
Compartilhe:
CPI do Leite recebe representantes de organização de cooperativas, indústrias e de conselho de produtores

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga possíveis infrações de ordem econômica na cadeia produtiva do leite e seus derivados no estado ouviu, nesta quarta-feira (22), o presidente do Conselho Paritário de Produtores e Indústrias de Leite de Mato Grosso (Conseleite/MT), Antônio Bornelli Filho, e o superintendente da Organização das Cooperativas Brasileira (OCB/MT), Frederico Azevedo.

Entre os principais questionamentos dos deputados Dr. Eugênio (PSB) e Gilberto Cattani (PL), presidente da CPI, está a questão do valor de remuneração dos pequenos produtores de leite. De acordo com Antônio Bornelli Filho, a situação dos donos de indústrias também não é boa. “Os gastos cresceram demais, a gente sofre. É preciso que os produtores cheguem mais perto da indústria para diminuir essa desconfiança, porque não conseguimos vender pelos preços altos vistos no comércio”, defendeu o presidente do Conseleite. Ele também reclamou dos gastos que tem para fazer o controle de qualidade dos produtos.

Já Frederico Azevedo apontou que muitos pequenos produtores cooperados não participam de decisões tomadas pelas cooperativas. “O preço do leite também é discutido internamente. Tem de ter participação. Quando há mais conhecimento sobre saúde financeira, há menos conflitos”, afirmou o superintendente da OCB em Mato Grosso. Segundo dados da organização, no estado há nove cooperativas de agrolácteos, com mais de 6800 cooperados e mais de 900 empregos diretos gerados. 

Por outro lado, Dr. Eugênio disse que a CPI tem conhecimento de cooperativas que não funcionam como deveriam. “Que atrativo tem se o cooperado encontra pelo mesmo preço, no mercado, insumos que deverem ser vendidos na cooperativa por um preço melhor?”, questionou o parlamentar. Cattani ainda perguntou se há um ranking das cooperativas, de acordo com o ideal de funcionamento. Frederico Azevedo respondeu que a OCB trabalha apenas com orientações e por ser uma representação não faz fiscalização.

O presidente da CPI, deputado Gilberto Cattani, também falou sobre a criação do Índice do Leite Cru. A proposta está sendo estudada pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea). Na visão do parlamentar, a medida vai garantir transparência no preço pago aos produtores de leite. 

NOTÍCIAS QUENTES - Acesse o grupo do Isso É Notícia no WhatsApp e tenha notícias em tempo real (CLIQUE AQUI)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.