Cuiabá, 26 de maio de 2018

Isso é Notícia

MENU

SEM AULAS

Alunos da UFMT deflagram greve por aumento de preços no RU

Bruno Amorim/FB
Alunos da UFMT deflagram greve por aumento de preços no RU

Decisão foi tomada em assembleia-geral convocada pelo DCE

ALEXANDRE APRÁ ALEXANDRE APRÁ

Jornalista, diretor do blog Isso É Notícia

Alunos da Universidade Federal de Mato Grosso decidiram, em assembleia geral, deflagrar greve-geral em protesto contra a nova política de preços e subsídios do Restaurante Universitário (RU).

A assembleia foi convocada pelo Diretório Central dos Estudantes e realizada na noite desta terça-feira (8), depois que vários cursos já se organizavam individualmente para cruzar os braços.

A reitoria da UFMT suspendeu os novos preços - com aumentos de 1000% e 500% dependendo do tipo de refeição -, após a mobilização dos estudantes.

A reitora Myrian Serra criou uma comissão mista - formada por representantes da administração da universidade, servidores, professores e alunos - para apresentar o panorama orçamentário.

A UFMT alega que vem sofrendo sucessivos cortes orçamentários, por parte do governo federal, que estariam inviabilizando o custeio do subsídio das refeições, que garantem hoje preços de R$ 0,25 para o café da manhã e o almoço e jantar a R$ 1.

Há algumas semanas, os alunos já fizeram diversos protestos, ocuparam a reitoria e bloquearam uma das entradas do campus de Cuiabá.

Eles também reclamam da qualidade da comida servida pelo RU. Hoje, o Restaurante é administrado pela Nova Sabor, uma empresa que pertence ao grupo Leila Malouf.

Leia matérias relacionadas:

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para Alunos da UFMT deflagram greve por aumento de preços no RU

Já temos 1 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Gonçalina Silva

Gonçalina Silva

ALUNOS DAS FACULDADES PARTICULARES AGRADECEM , MENOS CONCORRÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO. QUE FIQUEM PARADOS MAIS UM ANO.
DIA 14.05.18 08h43RESPONDER
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/