Cuiabá, 23 de outubro de 2017

Isso é Notícia

MENU

'CASA DOS HORRORES'

Câmara Municipal vai gastar R$ 20 mil em chaves e carimbos

Internet
Câmara Municipal vai gastar R$ 20 mil em chaves e carimbos

TARLEY CARVALHO TARLEY CARVALHO

Jornalista, editor do Blog Isso É Notícia

A Câmara Municipal de Cuiabá pretende gastar em um ano o montante de R$ 20.360,00 na aquisição de serviços especializados na confecção de chaves e carimbos. O contrato foi assinado pelo presidente da Casa, vereador Justino Malheiros (PV) no dia 28 de setembro, mas o extrato do contrato só foi publicado no Diário Oficial de Contas nesta terça-feira (10).

A empresa contratada é a Domingos Sávio Queiroz Porto – ME. A assinatura do contrato foi feito em um momento de desgaste da Câmara Municipal.

Entenda. Na tarde desta segunda-feira (9) a Casa oficializou a exoneração de 460 servidores do Legislativo sob o argumento de que corria o risco de não cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, que limita o percentual da receita da Casa com o pagamento da folha.

Isso porque a Câmara estava contando com a liberação de uma suplementação orçamentária no valor de R$ 6,7 milhões publicada pela Prefeitura um dia após alguns vereadores tentarem, sem sucesso, instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB).

Diante da coincidência, órgãos como o Ministério Público (MPE), Tribunal de Contas (TCE) e Tribunal de Justiça (TJ) intervieram, cada um de acordo com suas prerrogativas, e conseguiram suspender o pagamento da suplementação.

Polêmicas

Desde a posse dessa nova legislatura, em 1º de janeiro deste ano, a Casa de Leis esteve sob os holofotes por polêmicas envolvendo recursos públicos.

Em março, o presidente aumentou o salário de 15 servidores comissionados. Com isso, os custos com a folha destas pessoas aumentaram de R$ 30 mil para R$ 45 mil mensais.

Em abril, o Ministério Público do Estado (MPE) abriu inquérito para investigar a criação de 481 novos cargos na Câmara Municipal. O inquérito também tinha por objetivo apurar a criação de verba indenizatória.

Em julho, o presidente consultou o TCE a possibilidade de pagar verba indenizatória aos parlamentares e 13º salário. O TCE arquivou a consulta alegando que as consultas não foram feitas de forma precisa.

Já em agosto, a Câmara aditou o contrato com a empresa Capriata de Souza Lima & Souza Lima LTDA, responsável pelo fornecimento de salgadinhos aos vereadores durante as sessões. O valor anual, antes de R$ 62.340,00 passou para R$ 77.925,00.

Outro lado

O blog tentou contato com o presidente Justino Malheiros, mas a ligação não foi atendida. Também foram feitas ligações à secretaria de Comunicação da Câmara Municipal, Elizângela Tenório, mas as chamadas foram encaminhadas para a caixa de mensagem.

Leia matérias relacionadas:

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para Câmara Municipal vai gastar R$ 20 mil em chaves e carimbos

Enviando Comentário Fechar :/