Cuiabá, 20 de setembro de 2018

Isso é Notícia

MENU

MAX CAMPOS

Leite derramado

MAX CAMPOS MAX CAMPOS

Servidor Público Estadual, atuando no INDEA/MT - Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso

Analisando o resultado da última eleição, o atual cenário político, os índices altíssimos de rejeição aos políticos, as inúmeras operações policiais e tantos agentes políticos presos e outros flagrados inclusive em vídeos e sendo investigados é fácil para qualquer pessoa notar a insatisfação e o ranço que tomou conta da população e que desejam sim uma mudança profunda de nossos representantes.

Mas junto a isso percebi também uma profunda apatia do eleitor. Então como explicar que haverá uma renovação política em Mato Grosso quando dezenas de milhares de eleitores planejam deixar de exercer a sua cidadania? Ou que nacionalmente as abstenções, brancos e nulos podem somar como na eleição passada mais que os votos do terceiro colocado?

É preciso ter o espírito de renovação em todos os sentidos e setores.  

Particularmente a indefinição eleitoral de 2018 se dá mais por conta dos erros do que dos acertos por isso se tornou um jogo de xadrez partidário. Chegamos a março sem certeza de quem será candidato e de desistências improváveis como do senador e ministro da agricultura.

Seria somente a classe política responsável por isso? E os Órgãos fiscalizadores do Poder Público? Seria eles complacentes? Se desejamos mudanças temos SIM que exercer o direito do voto e ir votar. E o porquê dessa necessidade?

Muitos resultados que são execrados nas redes sociais e exaustivamente discutido nos grupos políticos foram também consequência dessa negação como também assim alguns bons candidatos não foram eleitos. É o voto que irá nortear os rumos de um Estado e do País. Se fomos as ruas democraticamente exigir o fim da corrupção, se estamos cansados do sistema que retira nossos direitos a saúde, moradia, segurança e educação não será anulando nosso direito de escolha que mudaremos esse cenário. Apenas deixaremos que outras pessoas o façam por nós e isso é preocupante pois infelizmente existe a lei do “idiota esperto” que vende seu voto sem se preocupar se em sua rua ou bairro tem água encanada, iluminação pública, ou um posto de saúde e depois quer reclamar por não ser atendido.

VOTO NÃO TEM PREÇO TEM CONSEQUÊNCIA.

E a juventude que antes bradavam com as caras pintadas? Onde estão? Houve um recrudescimento político-social da nossa futura geração? Quando mobilizada em frentes de participação social, cultural e política, a juventude precisa e deve lançar sua voz na vida pública, pressionar os poderes instituídos, ser considerada, reivindicando o seu direito à participação democrática.

Sem a JUVENTUDE na POLÍTICA não há RENOVAÇÃO.

E livre de ser tendencioso faço um apelo para que os Mato-grossenses exerçam a sua cidadania nestas eleições... Sou servidor público de carreira servindo a sociedade mato-grossense quando a minha época se tornar servidor ainda era uma forte aspiração após concluir a faculdade hoje as coisas estão mudadas e muitos preferem o empreendedorismo porém as altas taxas tributárias inviabilizam muitos sonhos de futuros empreendedores. Agora é a nossa vez através do VOTO mostrarmos nossa preocupação com nosso Estado e o nosso Brasil e precisamos sim expor a vontade de querer um País melhor para todos e não dar de ombros para um futuro incerto fruto de uma indecisão que certamente pode prejudicar dezenas de milhares de pessoas.

SOMOS TODOS RESPONSÁVEIS PELO NOSSO ESTADO E NOSSO PAÍS.

Leia matérias relacionadas:

O ladro podre da política
MAX CAMPOS

O ladro podre da política

Iniciado o pleito eleitoral entenda o porque 2018 com tanto poder de informação nas mãos a RENOVAÇÃO POLÍTICA será baixíssima

Seria culpa dela?
ROSANA LEITE DE BARROS

Seria culpa dela?

É comum ouvir homens afirmando em audiência que se encontram em situação prisional por culpa da companheira

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para Leite derramado

Já temos 2 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Luiz Almeida

Luiz Almeida

O Max ja conheço algum tempo, vem de família tradicional e trabalhadora de Cuiabá e também política. Para este ano eleitoral e ter reais chances todo o segmento Servidores públicos teriam que se unirem junto nesse projeto bem como o PSDC fazer o que em 2014 não foi feito fortalecer o grupo e não apenas um candidato. Max sem duvida é o nome mais lembrado dentre os servidores públicos pré-candidatos na baixada cuiabana e deve fazer uma analise, talvez seu caminho esteja em outro partido que não esteja focado em eleger apenas um unico candidato.
DIA 12.03.18 17h15RESPONDER
Enviando Comentário Fechar :/
Mario benevides

Mario benevides

PSDC vem forte... Interessante ter 02 servidores públicos fazendo uma Dobradinha: Vereador Elizeu Nascimento como Candidato a deputado Estadual PMMT e Max Campos como Deputado Federal servidor do INDEA-MT. Estes serão os meus Votos com toda certeza e farei campanha como voluntários. Todos ficha limpa e renovação. A Familia Miliciana ira apoiar os dois que são nossos companheiros e que outros segmentos se unam em torno desse projeto dos Servidores públicos.
DIA 12.03.18 12h15RESPONDER
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/