Cuiabá, 20 de setembro de 2018

Isso é Notícia

MENU

ELEIÇÕES 2018

Maria Lucia culpa Taques por caos em Hospital Universitário

Ascom/Andifes
Maria Lucia culpa Taques por caos em Hospital Universitário

Maria Lucia Cavalli Neder, ex-reitora da UFMT e pré-candidato ao Senado pelo PC do B

DA REDAÇÃO DA REDAÇÃO

www.issoenoticia.com.br

A ex-reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e candidata ao Senado Federal, professora Maria Lúcia (PCdoB) usou o seu programa eleitoral para criticar o governador Pedro Taques (PSDB) pelo atraso nas obras novo Hospital Universitário em Cuiabá.

De acordo com a candidata, quando ainda era reitora da UFMT, conseguiu com a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), R$ 60 milhões para a construção do novo hospital Júlio Muller que terá 350 leitos.

"Estes recursos foram depositados na conta do Estado que é responsável pela execução da obras", disse Maria Lúcia em seu programa.

Para a candidata o governo Taques não realizou nenhum empenho para que a obra fosse concluída. "Com Wellington Fagundes (PR) vamos construir o hospital universitário".

Em um momento de crise sistêmica na saúde de Mato Grosso, com atrasos nos repasses da saúde aos municípios e aos hospitais filantrópicos, o novo hospital universitário, resolveria parte da demanda do Estado.

"Se hoje tem pessoas morrendo nas filas dos hospitais, por falta de atendimento, de leito, se deve muito pela incompetência dos nossos gestores que não conseguiram concluir um novo hospital com recursos em caixa, na conta", desabafou Maria Lúcia.

"O dinheiro do hospital universitário estava na conta e até agora não se conclui a obra. A bancada federal destinou mais de R$ 80 milhões para equipar o novo pronto socorro e o governo não o fez. Pra onde estará indo esses recursos?", questionou a candidata ao senado.

Com Maria Lúcia na reitoria da UFMT, a instituição mato-grossense foi uma das maiores em volume de obras. Entre 2008 e 2016, foram criados mais de 60% dos cursos de gradução que são oferecidos na UFMT.

Também foram contratados 1330 professores e 500 técnicos administrativos.

Ainda sob o comando de Maria Lúcia, foram criados os campus de Barra do Garças, Sinop e Várzea Grande, além da criação da Universidade Federal de Rondonópolis.

"Como senadora de todos os mato-grossenses irei lutar pela emancipação e criação da Universidade Federal do Araguaia e do Norte de Mato Grosso", garante a candidata.

Leia matérias relacionadas:

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para Maria Lucia culpa Taques por caos em Hospital Universitário

Enviando Comentário Fechar :/