Cuiabá, 15 de dezembro de 2018

Isso é Notícia

MENU

OPERAÇÃO ARMISTÍCIO

Rodrigo Rodrigues intermediou propina para Romero Jucá, diz PGR

Rodrigo Rodrigues intermediou propina para Romero Jucá, diz PGR

DA REDAÇÃO DA REDAÇÃO

www.issoenoticia.com.br

O empresário Rodrigo Rodrigues e Rodrigues é apontado como intermediário em propina da Odebrecht destinada ao senador Romero Jucá (MDB).

A afirmação é da Procuradoria-geral da República, em Brasília, que deflagrou ontem (08), junto com a Polícia Federal, a Operação Armistício, que apura um esquema de propinas da JBS a políticos do MDB, entre eles Jucá e Renan Calheiros (MDB).

As investigações apontam pagamentos de R$ 1 milhão ao codinome “Campari”, o ex-senador Gim Argello, que está preso na Lava Jato; R$ 1 milhão ao codinome “Justiça”, que as investigações afirmam ser o senador Renan Calheiros, que se reelegeu; e R$ 3 milhões ao codinome “Liderança”, uma referência a Romero Jucá, que não se reelegeu.

A Procuradoria Geral da República diz que os repasses foram feitos logo após a aprovação da resolução: o valor entregue a Romero Jucá foi recebido pelo hoje empresário Rodrigo Rodrigues e Rodrigues nos endereços de três empresas; o valor repassado a Renan Calheiros foi entregue em São Paulo a Fabio Brito Matos no local de funcionamento de outras três empresas; e o valor repassado a José Francisco Pires era destinado a Gim Argello.

Segundo as investigações, os valores tiveram origem em contas sediadas em paraísos fiscais e, em seguida, circularam para uma conta identificada no sistema da Odebrecht como conta “Botox”, operada por funcionários do Trendbank Investimentos Participações e Representações.

Os políticos não foram alvo direto da operação e, sim, seus supostos intermediários, para elucidar "robustas suspeitas de possível prática de crimes de corrupção e de lavagem de dinheiro, em razão da articulação dos parlamentares apontados, de pessoas a estes relacionados e das empresas pelas quais já se identificou a circulação de capital referente a vantagem indevida, de forma dissimulada".

O ministro Fachin concluiu que "o conjunto de informações trazido à tona revela singular gravidade”.

Leia matérias relacionadas:

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para Rodrigo Rodrigues intermediou propina para Romero Jucá, diz PGR

Já temos 1 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Cristiane Bolzan

Cristiane Bolzan

Rodrigo Rodrigues eu conheço desde que ele nasceu. Tô assustada com está notícia. Virou bandido. Ele é de Alto Araguaia. MT
DIA 09.11.18 16h13RESPONDER
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/