Cuiabá, 22 de agosto de 2018

Isso é Notícia

MENU

PROCESSOS EM 2017

Rubens foi o mais produtivo do TJMT; Erotides produziu menos

Rubens foi o mais produtivo do TJMT; Erotides produziu menos

Desembargadores Rubens de Oliveira e Maria Erotides Kneip: topo e lanterna do ranking do TJMT

ALEXANDRE APRÁ ALEXANDRE APRÁ

Jornalista, diretor do blog Isso É Notícia

O desembargador Rubens de Oliveira Filho foi o membro do Tribunal de Justiça de Mato Grosso mais produtivo em 2017, com índice de 173,79%. As informações constam em ranking de produtividade elaborado pela Corte a qual o blog teve acesso.

Na contramão do desempenho, a desembargadora Maria Erotides Kneip Baranjak foi a que menos produziu, com índice de 39,88%. No caso dela, os números analisam apenas os julgamentos jurisdicionais e não das funções de corregedora-geral, a qual foi eleita no último biênio.

O índice de produtividade é calculado com base no número de processos que foram distribuídos e julgados durante o ano. 

 
 

As câmaras criminais e de direito privado do TJ foram as que mais produziram no período, enquanto as câmaras de direito público se mostraram menos produtivas.

Nas criminais, os desembargadores que melhor pontuaram foram Pedro Sakamoto, Nilza Maria Possas de Carvalho e Gilberto Giradelli, com índices que variaram entre 156% e 150%, respectivamente.

Nas de direito privado, além de Rubens de Oliveira, os que mais pontuaram foram Carlos Alberto Alves da Rocha, Serly Marcondes Alves e Guiomar Teodoro Borges, com índices entre 171% e 156%.

O levantamento não incluiu o nome do desembargador Rui Ramos Ribeiro que, por ocupar a Presidência, se afasta das funções jurisdicionais.

Taxa de Congestionamento

O TJ de Mato Grosso também alcançou o menor taxa de congestionamento desde que começou a ser mensurada. Ela tem como finalidade mensurar, anualmente, a proporção de casos pendentes em relação ao total de processos em tramitação no Tribunal.

O índice de 2017 ficou em 50,47%. Entre os desembargadores, o que menos congestionou processos foi Rubens de Oliveira, com 25,97%, e a que mais congestionou foi Maria Erotides Kneip, com 90,88%. 

 
 

Número de processos

Em 2017, foram distribuídos 43.524 casos novos no Tribunal de Justiça de Mato Grosso. No mesmo período, os desembargadores julgaram 56.641 processos. 36.071 processos foram baixados (transitado em julgado). Foram realizadas, no período, 473 sessões de julgamento.

Leia matérias relacionadas:

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para Rubens foi o mais produtivo do TJMT; Erotides produziu menos

Enviando Comentário Fechar :/