Cuiabá, 16 de agosto de 2017

Isso é Notícia

MENU

GRAVAÇÕES COMPROMETEDORAS

Ságuas defende renúncia de Temer

Foto: Assessoria
Ságuas defende renúncia de Temer
RAFAEL MACHADO RAFAEL MACHADO

Jornalista, repórter do Blog Isso É Notícia

O deputado federal Saguás Moraes (PT) defende que o presidente da República, Michel Temer (PMDB), renuncie o cargo após gravações feitas pelos donos da JBS que mostram o peemedebista concordando com o pagamento para silêncio do ex-presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB).

Para o petista esta é a única solução para o presidente. Ele ainda pontuou que existe uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que foi apresentada na Câmara Federal para que ocorra eleições diretas, caso Temer renuncie do Governo. Se o peemedebista sair, o que ocorre é uma eleição indireta, no qual o Congresso Nacional escolha o próximo presidente.

Ságuas disse que o episódio já havia sido anunciado por Romero Jucá de que o impeachment contra a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) poderia acabar com operação Lava Jato. Segundo o parlamentar, o Judiciário não tomou nenhuma atitude após o depoimento de Jucá e permitiu a queda de Dilma. 

Ele revelou que deputados que estavam sendo investigados pela operação foram induzidos por uma história contada por membros do PMDB e PSDB para aceitar o impeachment para poder parar as investigações da Lava Jato.

“Essa turma do Michel Temer: José Padilha, Moreira Franco, Aécio Neves a frente da articulação do PSDB, Eduardo Cunha e Rede Globo tinham toda uma articulação para poder sustentar o golpe. Conseguiram apoio de deputados com uma história que estava rolando de ‘150 deputados que foram denunciados pela Lava Jato se votassem a favor do impeachment poderia parar a operação e esses deputados não seriam denunciados’. Mas depois do golpe não conseguiram parar a Lava Jato”, finalizou.

Leia matérias relacionadas:

Comente pelo Facebook!

Comente pelo site!

Olá, deixe seu comentário para Ságuas defende renúncia de Temer

Enviando Comentário Fechar :/